Mauá
Publicado às 14h13 — 2 de abril de 2015
Grande ABC coloca turismo no “eixo prioritário”

Durante encontro com Ministro do Turismo, Vinicius Lages, prefeitos, através do Consórcio Intermunicipal, apresentam agenda de cooperação entre municípios e União para o setor

Por Leonardo Ratti | Portal Mauá e Região

Reunião

As ações de fortalecimento do turismo no Grande ABC para que o setor seja alternativa na geração de emprego e renda aos moradores ganharam espaço na pauta dos prefeitos da região. Nesta segunda-feira, dia 30, o assunto foi debatido pelos chefes dos executivos municipais durante reunião com o Ministro do Turismo, Vinicius Lages, no Consórcio Intermunicipal Grande ABC. A Agência de Desenvolvimento Econômico GABC, parceira do Consórcio nas ações relacionadas ao desenvolvimento da economia regional, participou do encontro.

O Ministro avaliou positivamente o destaque dado pelos gestores municipais ao turismo. “Fico feliz por ver que as ações de turismo foram priorizadas no eixo de desenvolvimento da economia local, em uma agenda comum. Esse esforço dá a liga política e visão estratégica para o ABC”, avaliou Lages.

Durante a reunião, os prefeitos entregaram ofício ao Ministro com três pontos prioritários para o setor na região, com objetivo de compor agenda de cooperação entre as sete cidades e o Governo Federal. O apoio da União para consolidar a “Rota do Cambuci” como atrativo turístico e a ampliação das ações do chamado “turismo de negócios”, que vem ganhando força em São Bernardo do Campo, foram temas abordados.

“A ideia é regionalizar e potencializar essa experiência de trazer empresários e universitários para conhecer as empresas do ABC. Queremos que a região se aproprie de todas as riquezas que cada cidade tem, como é o exemplo de São Bernardo com o turismo de negócios”, explicou o presidente do Consórcio Intermunicipal Grande ABC e prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão.

“Discutir o turismo de negócios é uma decisão acertada do Consórcio. Cidades do mundo têm aproveitado sua vocação, quer seja produção de bebidas ou automóveis, para transformar suas instalações em centros de visitações. As prefeituras aqui estão dispostas a uma aproximação com o setor privado, que em outras partes do mundo já abre as portas de suas fábricas para visitações técnicas e científicas, de alunos e também de profissionais”, avaliou Lages.

Agenda de cooperação União – Grande ABC:

Dois dos três pontos listados pelos prefeitos como prioridade ao Ministério do Turismo estão relacionados ao Programa de Desenvolvimento Econômico e Turismo do PPA Regional (Plano Plurianual Regional Participativo) do Consórcio Intermunicipal GABC, solicitando apoio federal para os encaminhamentos das ações que já estão sendo realizadas pela entidade, por meio de convênio com a Agência de Desenvolvimento Econômico GABC.

É o caso do estudo sobre os impactos da Linha 18 – Bronze – do Metrô, entregue no último ano aos prefeitos com objetivo de preparar os municípios para a chegada do novo meio de transporte, que trará desafios, mas também oportunidades para a região. Em 2014 foi realizado, ainda pelo convênio, estudo sobre o potencial da Represa Billings para esportes náuticos, dentro da proposta de implementar alternativas de desenvolvimento e manejo sustentável nas áreas de mananciais. O documento foi disponibilizado aos prefeitos.

Pela parceria entre as entidades, também foi desenvolvido portal eletrônico sobre turismo regional e realizado o “I Workshop sobre Turismo Industrial do Grande ABC”. Para este ano, está prevista, em novo convênio, a elaboração do Guia Turístico, bem como evento relacionado ao potencial da Represa Billings para esportes náuticos.

Na avaliação do secretário executivo da Agência de Desenvolvimento Econômico do Grande ABC, Giovanni Rocco, o potencial natural da região – que tem mais de 50% do território localizado em áreas de preservação ambiental e um dos maiores reservatórios hídricos do país – somado à força industrial, de comércios e serviços e a proximidade com a capital paulista geram oportunidades. “Somos grandes e temos que valorizar e acreditar nisso para crescermos ainda mais, de forma sustentável. Vamos usar o diferencial da região em nosso favor. A Agência é um braço executivo estratégico do Consórcio Intermunicipal nas ações que nos levam por esse caminho rumo ao desenvolvimento”.

A implementação de Programa Regional de Sinalização Turística para indicar territorialmente, de forma padronizada, as atrações e equipamentos turísticos nos municípios foi o primeiro ponto listado na construção da agenda de cooperação. “Mostramos a importância de uma política regional para o Grande ABC de sinalização turística integrada, até por conta das intervenções de mobilidade que nossas cidades receberam nos últimos anos, a exemplo do Rodoanel Mário Covas”, explicou Maranhão.

Outros Destaques

Colunistas

Entrevista exclusiva com o Prof. Dr. Saulo César Paulino e Silva

Colunistas

Cadê você?, de Tainá Roberta

Colunistas

Prosa de peão, de Jerônimo de Almeida Neto

Siga-nos
Destaques
República Terapêutica infanto-juvenil faz mais um ano
Mauá terá clube de leitura Leia Mulheres em Outubro
Atila repassa recursos à APASMA
Revista
Jornal