Mauá
Publicado às 10h37 — 20 de agosto de 2015
Instalação de equipamentos para controlar perda de água

Ação terá quatro fases; macromedidores vão aferir abastecimento por parte da Sabesp

Por Leonardo Ratti | Portal Mauá e Região
Foto: Rodrigo Zerneri

Foto: Rodrigo Zerneri

Na manhã de anteontem (18), a SAMA começou a instalar uma série de oito macromedidores na rede de abastecimento de Mauá. Os macromedidores são equipamentos utilizados na medição da quantidade de água que passa em determinado ponto de canalização, que vão controlar a quantidade de água fornecida pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). Os aparelhos serão instalados em 4 etapas e dias intercalados.

Foram feitos os primeiros reparos nas caixas de passagem da rede de 300 mm, na região do Capiburgo e da rua Deise, no Jardim Zaíra. Para viabilizar o trabalho no Capiburgo, foi interrompido o abastecimento de uma pequena parcela da população da Rua das Laranjeiras, no Jardim Zaíra 5, e do bairro Feital. “Com esse trabalho, poderemos confrontar se há perda nesse trecho, verificar se há pontos mais críticos, para executarmos as intervenções necessárias”, explicou o diretor de Planejamento e Obras, Amaury Fioravante Júnior.

O sistema que envolve toda a aparelhagem tem telemetria para fazer a leitura da passagem da água. As medições poderão ser feitas de qualquer ponto. Os equipamentos são atestados pela própria Sabesp e aferidos pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).

No dia 25 deste mês, a intervenção levará um tempo maior já que os aparelhos serão colocados na rede de 600 mm, que fornece água ao reservatório Zaíra. Neste dia, os bairros Alto da Boa Vista, Nova Mauá, Jardim Oratório, Parque das Américas, Santa Rosa, Itapark, Salgueiro e região poderão ter falta de abastecimento.

O procedimento deve ocorrer entre os dias 1º e 8 de setembro, em redes de 500 mm, 300 mm e 400 mm, sucessivamente. No primeiro momento, o trabalho irá compreender a região abrangida pelo Reservatório Mauá, que abastece o Parque São Vicente, Vila Bocaina e região. No segundo instante, a população que é abastecida pelo Reservatório Magini, que abastece a região do Jardim Mauá, Sílvia Maria e Sônia Maria, terá corte no abastecimento.

Outros Destaques

Colunistas

Otávio Zaia e o livro “Nóis sabe português”

Colunistas

AVC em crianças

Colunistas

A Sociologia dos Trópicos

Siga-nos
Destaques
Jornada Pedagógica de Ribeirão reúne 1.200 professores
Mauá discute melhorias na Saúde
Em congresso, PSB Mauá reelege Israel Aleixo
Revista
Jornal