Mauá
Publicado às 8h31 — 10 de janeiro de 2017
Atila recorre a políticos com experiência executiva em Mauá
Por Vinicius Pinheiro | Portal Mauá e Região
atila

Foto: Folha Ribeirão Pires

Buscar quadros políticos que possuíam experiência no Executivo e com capacidade gestora. Essa foi a fórmula encontrada pelo prefeito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB), na montagem de seu secretariado.

O primeiro escalão é recheado de figuras carimbadas da política mauaense, como Márcio Chaves (PSD, Saúde), Chico do Judô (PEN, Serviços Urbanos), Diniz Lopes (PSB, Hurbam) e Rogério Santana (Rede, Ouvidoria).

Também há nomes que já trabalharam em outras administrações – de Leonel Damo (PMDB), Oswaldo Dias (PT) e Donisete Braga (PT) –, como Ciomar Okabayashi (Desenvolvimento Econômico), Cláudio Donizeti (PDT, Segurança Alimentar), Paulo Sérgio Pereira (PRP, Administração e Modernização) e José Carlos Orosco Júnior (PMDB, Obras). Márcio Chaves, Diniz, Chico e Rogério atuaram no Executivo em outras gestões e tiveram passagens pelo Legislativo.

“Quis trazer gestores públicos. A questão técnica foi ponto prioritário, mas também quis ter gente que conhecesse os problemas da cidade, que tivesse atuação em Mauá e conhecimento da máquina pública”, apontou Atila.

O socialista, que já foi vereador, deputado estadual e superintendente da Sama (Saneamento Básico do Município de Mauá), minimizou o fato de diversos quadros de seu secretariado terem passado por governos do PT, partido que faz oposição à sua gestão no Paço.

“Quando escolhi, depositei confiança e vi a questão técnica do cargo. Independentemente de questões partidárias. Sou prefeito de todos, trabalho por Mauá, visto a camisa da cidade. Não sou prefeito do PSB ou de outro partido da base. Isso, comigo, não vai existir”, comentou Atila. Dentre os nomes do secretariado, dois foram filiados ao petismo – Márcio Chaves, vice-prefeito entre 1997 e 2004, e Rogério Santana, vereador até 2012.

Atila também premiou pessoas que estiveram ao seu lado em boa parte da trajetória política, como Israel Aleixo de Melo (Sama), Márcio de Souza (Comunicação, Cultura e Juventude) e João Gaspar (Governo). Na quota partidária, o PMDB emplacou três nomes – Orosco, Sargento Simões (Segurança Pública) e Fernando Coppola, o Xuxa (Educação) –; o PSDB terá Márcio Canuto em Meio Ambiente; o PCdoB contará com Alcides Amazonas (ex-deputado) em Trabalho e Renda; o PR apresentou Sandro Paccola (Esporte); e o Pros ficou com Habitação, na figura de Raimundo Cassiano de Assis (irmão do vereador Severino do MSTU).

Por Raphael Rocha – Diário do Grande ABC

Outros Destaques

Colunistas

A Sociologia dos Trópicos

Colunistas

Areia Branca, de Luiz Maritan

Colunistas

Curso: O Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa na prática

Siga-nos
Destaques
Atila entrega chaves de apartamentos para 520 famílias
Crianças e jovens resgatam a cultura popular de Mauá
Nova edição do Jornal Mauá e Região
Revista
Jornal