Mauá
Publicado às 8h54 — 13 de fevereiro de 2017
Vanessa Damo consegue reaver guarda das filhas
Por Vinicius Pinheiro | Portal Mauá e Região
vanessa

Vanessa Damo. Foto: Repórter Diário

A ex-deputada estadual Vanessa Damo (PMDB) conseguiu nesta quinta-feira (9) vitória no Tribunal de Justiça, que determinou que as suas filhas fiquem sob sua guarda. Por força de uma decisão judicial anterior, as meninas estavam com o marido de Vanessa e ex-secretário de Obras, Júnior Orosco (PMDB).

O casal, que está em processo de separação, tem duas filhas: Rúbia, de três anos e Eduarda, de dois anos. Há três semanas, Vanessa registrou um Boletim de Ocorrência em que relata ter sido agredida fisicamente mais de uma vez por Orosco, além de ter sofrido tortura psicológica.

“Agora ele vai ter que entregar as crianças e acredito que vai entregar. Amanhã [hoje] o advogado da Vanessa deve entrar em contato com ele para combinar”, afirma o ex-prefeito de Mauá e pai de Vanessa Damo, Leonel Damo.

A conturbada separação tem como pano de fundo um relacionamento extraconjugal de Orosco com outra integrante do primeiro escalão da Prefeitura. O caso também foi relatado no BO registrado por Vanessa no dia 23 de janeiro.

No dia 27 de janeiro, portanto quatro dias depois que a denúncia de agressão veio a público, Orosco pediu demissão do cargo de secretário de Obras de Mauá. No dia 30 de janeiro foi a vez da então secretária de Assuntos Jurídicos, Camila Brandão Sarem, solicitar exoneração. Ela foi indicada ao cargo por Orosco.

O secretário de Educação de Mauá, Fernando Coppola, o Xuxa, foi chefe de Gabinete de Vanessa Damo e chegou a ser considerado como outro nome que deixaria a gestão. No entanto, o prefeito Atila Jacomussi (PSB) sinalizou até agora que pretende manter o titular da pasta no cargo.

Orosco é presidente do PMDB de Mauá, mas pode estar com os dias contados na legenda. A Comissão de Ética do partido ainda vai avaliar a situação do ex-secretário de Obras, que corre o risco de ser punido, até com uma possível expulsão da sigla.

Desde que as denúncias surgiram, Orosco tem negado as acusações de agressão. Por outro lado, Vanessa Damo tem dito que possui provas, tanto da violência, quanto da traição.

Por Tiago Oliveira – Repórter Diário

Outros Destaques

Colunistas

A Sociologia dos Trópicos

Colunistas

Areia Branca, de Luiz Maritan

Colunistas

Curso: O Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa na prática

Siga-nos
Destaques
391 armas são roubadas do Fórum de Diadema
Festa Junina tem um dos maiores públicos de todos os tempos
Ribeirão Pires está sem radares
Revista
Jornal