Ribeirão Pires
Publicado às 10h09 — 2 de maio de 2017
Romaria da 81ª Festa do Pilar reúne 5 mil pessoas

Tradicional festejo cristão ribeirãopirense atraiu, na primeira atividade da programação religiosa e cultural, centenas de fiéis de todo o Estado

Por Vinicius Pinheiro | Portal Mauá e Região

Festa Nossa Senhora do Pilar - Ribeirão Pires - Romaria e Missa

Cerca de cinco mil pessoas participaram da romaria diocesana realizada na manhã deste sábado, dia 29, em Ribeirão Pires. A caminhada, que integra a programação da 81ª Festa de Nossa Senhora do Pilar, celebra o Ano Nacional Mariano – 300 anos da aparição da imagem de Nossa Senhora de Aparecida no Brasil.

A romaria foi organizada pela Diocese de Santo André, reuniu fiéis de toda a região do ABC e do Estado e marca o resgate das raízes religiosas da tradicional Festa de Nossa Senhora do Pilar de Ribeirão Pires. Os romeiros caminharam da Pedreira Santa Clara até a tricentenária Capela do Pilar, acompanhados de réplica da imagem de Nossa Senhora de Aparecida. Após a romaria, missa foi celebrada pelo Bispo Dom Pedro Carlos Cipollini, da Diocese de Santo André.

“Maria é para nós a força que nos faz caminhar. É a porta pela qual Deus entra na humanidade. Ela merece nossa veneração, respeito e admiração. Viemos à casa de nossa mãe, nessa capela erguida há mais de 300 anos, e que já distribuiu tanta graça e que seguirá distribuindo. Nesses tempos difíceis, nos ajuda a caminhar por onde Deus deseja e por onde o Espírito Santo nos inspira”, declarou o Bispo Dom Pedro Carlos Cipollini.

O prefeito de Ribeirão Pires, Adler Teixeira – Kiko, acompanhado da primeira dama, Flávia Dotto, e do vice-prefeito da cidade, Gabriel Roncon, participou da romaria e da celebração eucarística. Kiko falou sobre a importância do resgate religioso à festa do Pilar, com o apoio da Diocese de Santo André, e pediu a Dom Pedro Cipollini que a realização da romaria no evento seja inserida no calendário religioso do Grande ABC.

“Essa foi uma manhã abençoada. Com muita alegria, recebemos a romaria, em ano emblemático dos 300 anos da aparição da imagem de Nossa Senhora de Aparecida e dos 100 anos da aparição da imagem de Nossa Senhora de Fátima. A Festa do Pilar de Ribeirão Pires é um evento religioso que deve e será apoiado pela Prefeitura para que se torne cada vez melhor e mais acolhedora”, afirmou.

Entre os fiéis estava Maria Madalena Duarte Silva, de 74, integrante do grupo da 3ª idade da Paróquia de Nossa Senhora dos Navegantes, de Diadema, veterana de romarias em todo o Estado. Cristã desde criança, Maria Madalena atribuiu a sua fé e à Nossa Senhora boas realizações em sua vida. “Sou muito feliz como sou. Me sinto realizada e sou tratada com amor por todos”, disse.

Aos 17 anos, Danielli Sousa Guedes, integrante do grupo jovem da Paróquia Santíssima Virgem, de São Bernardo do Campo, participou pela primeira vez de romaria neste sábado e também comentou a importância de sua fé. “Quando estou na igreja, vejo o que Deus faz na vida das pessoas, que é maravilhoso”, opinou.

O secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico da Estância de Ribeirão Pires, Marcelo Menato, falou sobre a emoção de acompanhar o resgate das tradições históricas e culturais da cidade. “Podemos afirmar que esta edição da festa é a mais emblemática desses últimos 30 anos, pela valorização das raízes deste evento. A presença de tantas pessoas, de diferentes cidades do Estado, nesta atividade confirma o alto potencial do turismo religioso de Ribeirão Pires.
Seguiremos resgatando as tradições e destacando as riquezas naturais, culturais e históricas de nossa cidade, para estimular a atividade turística, promover o desenvolvimento local e elevar a autoestima da população”, explicou Menato.

Outros Destaques

Colunistas

Otávio Zaia e o livro “Nóis sabe português”

Colunistas

AVC em crianças

Colunistas

A Sociologia dos Trópicos

Siga-nos
Destaques
Jornada Pedagógica de Ribeirão reúne 1.200 professores
Mauá discute melhorias na Saúde
Em congresso, PSB Mauá reelege Israel Aleixo
Revista
Jornal