Esportes
Publicado às 14h24 — 9 de maio de 2016
Voleibol Mauá

Técnico e supervisor da Associação, Osvaldo Begliomini conta sobre o trabalho esportivo e social realizado na cidade

Por Leonardo Ratti | Portal Mauá e Região

Abertura

O projeto Voleibol Mauá é antigo e conhecido na cidade. Criado há 27 anos pelo ex-atleta e atual técnico e coordenador Osvaldo Begliomini, de 48 anos, a equipe mauaense segue ganhando títulos, revelando atletas, e acima de tudo formando cidadãos.

“Aqui a formação do cidadão está acima do voleibol e acima de tudo, é a prioridade. Prova disto é que todo ex-atleta que encontro me agradece pelo apoio e pela sinceridade com que foi tratado quando esteve conosco” conta Osvaldo.

A sede esportiva do Vôlei Mauá atualmente é no Ginásio Poliesportivo Fernando Conceição, no Bairro Vila Vitória. O ginásio é palco dos treinamentos e também onde o time manda seus jogos, sempre gratuitamente.

Formado em educação física, Osvaldo divide seu tempo entre sua carreira de professor com a de técnico. Além de treinar e coordenar seis categorias da equipe (Sub-11, sub-12, sub-13, sub-15, sub-17 e sub-19) com auxílio de sua comissão técnica composta ao todo por 13 profissionais, Osvaldo também é treinador da Seleção Paulista Infantil.

O projeto recebe garotos de todas as partes de Mauá, principalmente de bairros carentes. Os meninos são chamados de alunos-atletas porque a prática esportiva está diretamente ligada à escolar. Parcerias com instituições de ensino com o Colégio Leonardo Da Vinci e Wizard dão a oportunidade à jovens terem acesso à educação, mas também cobra comprometimento e empenho.

Há cerca de dois anos foi criado o projeto Caça Talentos, um braço do Vôlei Mauá que visa garimpar talentos por toda a cidade. Professores de educação física de todas as escolas de Mauá (municipal, estadual e particular) são contatados e orientados a encaminharem talentos para realizarem uma peneira no time.

Outra novidade relacionada ao Vôlei Mauá são as escolinhas de voleibol que foram abertas (No próprio Ginásio Vila Vitória de segunda-feira das 09h30 às 11h30 e no CEU das Artes no Parque Das Américas de quinta-feira das 10h10 às 11h50) e recebem qualquer pessoa que queira praticar o esporte gratuitamente. Com auxilio e orientação de professores, o projeto visa levar o esporte até a população, não apenas com o intuito de lazer, mas também criando oportunidades para um prática esportiva, vital para a saúde do corpo humano, e gerando inclusão social.

O Voleibol Mauá é referência nacional no quesito trabalho de base, estando entre os cinco maiores reveladores de talentos do país, tendo como pilares para a formação de um atleta três itens: técnica, tática e psicológico.

Entre os principais nomes que já foram revelados pela equipe mauaense estão Maurício De Souza, convocado pela Seleção Brasileira; Wallaf Wesley de Oliveira, Caio Candido Rosa, Pedro Luis Putini e Rutgher Brunno Martins com passagem pela Seleção Paulista; e os jovens Vinicius Lopes de Almeida e Wesley dos Santos Ribeiro (ambos nascidos em 2001) convocados no ano passado para treinar com a Seleção Brasileira Mirim.

1450258_583551358365267_1792115587_n Mauricio ex-atleta de Mauá

“A parte técnica é fundamental em qualquer esporte e treinado diariamente. A tática também requer uma atenção especial, ela varia de adversário para adversário. Nosso cuidado é tão grande que a maioria dos jogos de adversários da região são gravados por nossa equipe para analisarmos. Em relação ao psicológico, é fundamental que o atleta se acostume a jogar em ginásios lotados, com a pressão da torcida adversária, e não se deixe abalar, por isto a importância do trabalho realizado pela nossa psicóloga” explica o técnico.

A equipe conseguiu a aprovação da lei de incentivo ao esporte no ano passado, e com o apoio da Braskem, conseguiu uma verba importante para auxiliar nas despesas com materiais, uniformes e outras despesas. Com mais de 150 atletas somando todas as categorias, o Vôlei Mauá entra em todas as competições para disputar o título. Atual eneacampeão (campeão nove vezes consecutivamente) dos jogos escolares na categoria mirim, a equipe conta com 12 títulos estaduais e um brasileiro.

“Estima-se que em média, para cada 100 mil que tentam ser atletas, apenas um consegue ser profissional de alto nível. Mas mesmo sabendo das dificuldades, me alegro muito de encontrar ex-atleta meu que hoje é engenheiro, médico, dentista, professor, ou que constituiu família e hoje tem filho. Aqui passamos valores que ajudam os jovens a se afastarem de caminhos errados e trilhar seu próprio caminho de sucesso” diz Osvaldo.

Falando em ex-atleta, o técnico conta que tem até ator global. Rodrigo Lombardi passou pelas quadras de treinamento de Mauá no início dos anos 1990. Ponteiro com boa técnica e temperamento divertido, Osvaldo lembra com carinho do ator “Era um agregador, gente boa e espirituoso”.

Rodrigo Lombardi 2010 028

O técnico Osvaldo também ressalta o grande apoio recebido pela Prefeitura de Mauá por meio da Secretaria de, Esportes e Lazer.

“A Prefeitura Municipal de Mauá pela Secretaria de Cultura, Esportes e Lazer, tem papel fundamental para o Projeto Voleibol Masculino de Mauá: por intermédio da Associação de Voleibol Mauá firmou parceria através do Convênio de Cooperação Técnica que é responsável pelos recursos financeiros que custeiam as Taxas de Federação Paulista de Volleyball e de arbitragem dos campeonatos, pelo pagamento dos professores e estagiários, incentivo para os atletas, aquisição de material esportivo (principalmente bolas) e lanches para jogos realizados fora do município, além do transporte das equipes em jogos e campeonatos. O apoio da atual gestão também foi decisivo para a vinda do apoio da Braskem no Projeto aprovado na Lei Estadual de Incentivo ao Esporte” finalizou o técnico.

Em quase três décadas de projeto, os frutos continuam sendo colhidos, com títulos, atletas em seleções e jogando em grandes clubes, cidadão e profissionais formados, e acima de tudo, um trabalho para se orgulhar.

20160204_100407 comissão tecnica do Projeto

Outros Destaques

Colunistas

Literatura, memória nacional e ensino de língua portuguesa

Colunistas

Entrevista exclusiva com o Prof. Dr. Saulo César Paulino e Silva

Colunistas

Cadê você?, de Tainá Roberta

Siga-nos
Destaques
Paço de Ribeirão é alvo de assalto a caixa eletrônico
Novembro Azul: Mês marca campanha mundial de conscientização
Porcelana Schmidt abre nova loja em Mauá
Revista
Jornal