Esportes
Publicado às 14h56 — 9 de maio de 2016
Jardim Caçula ganha academia ao ar livre

Bairro também foi beneficiado com revitalização da quadra de areia e possui Centro Técnico de Treinamento desde 2013 atendendo 500 pessoas

Por Leonardo Ratti | Portal Mauá e Região

Academias

A Prefeitura da Estância Turística de Ribeirão Pires, por meio da Secretaria de Esportes e Lazer, inaugurou no último sábado (7) mais uma Academia ao Ar Livre, desta vez no bairro Jardim Caçula. Com quatro equipamentos disponíveis, a proposta é que os moradores tenham possibilidade de praticar exercícios e ampliar qualidade de vida.

Ao lado do novo espaço, também foi entregue quadra de areia revitalizada com troca das telas de proteção, traves, pintura, arquibancada e roçagem do entorno. Outras quadras de areia foram revitalizadas nos bairros: Santa Luzia, Bertoldo, Santa Rosa, Vila Marquesa, Jardim Ribeirão, Jardim São Francisco, Vila Belmiro e Jardim Serrano. O cronograma também inclui outras áreas esportivas, como o Centro Técnico de Treinamento de Ouro Fino, onde está localizada a pista de skate do bairro, que recebeu manutenção.

“Nosso objetivo no esporte é beneficiar moradores, manter os espaços limpos e bem cuidados, todos prontos para ser utilizados. O cronograma de manutenções da SEL inclui todas as quadras, academias e centros técnicos de treinamento”, declarou o prefeito Saulo Benevides (PMDB).

Os moradores do Jardim Caçula já foram beneficiados antes. Desde 2014, o bairro já possui espaço similar ao que será instalado na Vila Gomes. Cerca de 500 vagas são oferecidas no local, com aulas de kickboxing e muay thai para crianças a partir de 12 anos, ginástica a partir de 16 anos e caratê a partir dos sete anos.

Novos playgrounds – Os moradores de Ribeirão Pires estão ganhando novos equipamentos de lazer e esporte, espalhados por diversos bairros da cidade. O Jardim Iramaia, Parque das Fontes e a região central, próxima à Vila do Doce, foram os primeiros locais onde os playgrounds foram instalados. No total, sete bairros passam por estudos para receber a melhoria. Espaços que contam com balança, escorregador e gangorra, para atender crianças de até 10 anos.

Outros Destaques

Colunistas

Cadê você?, de Tainá Roberta

Colunistas

Prosa de peão, de Jerônimo de Almeida Neto

Colunistas

Otávio Zaia e o livro “Nóis sabe português”

Siga-nos
Destaques
Vereadores autorizam abertura da CEI da Saúde
Prefeito Atila entrega novos leitos no Nardini
Rio Grande sofre com falta de infraestrutura
Revista
Jornal