Ribeirão Pires
Publicado às 9h40 — 10 de outubro de 2016
Ribeirão Pires fecha UPA para reforma amanhã
Por Vinicius Pinheiro | Portal Mauá e Região

upa

A Prefeitura de Ribeirão Pires informou, ontem, por meio de nota, que a UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) Santa Luzia será interditada para reforma, a partir de terça-feira, durante 60 dias. O atendimento de urgência e emergência passará a ser realizado no Hospital e Maternidade São Lucas, onde funciona o PS (Pronto-Socorro) Infantil.

A unidade de Saúde foi alvo de reportagem do Diário ontem, já que o espaço está sem médico plantonista desde a quinta-feira. Na sexta-feira, moradores que buscavam atendimento no local eram direcionados para o Hospital São Lucas ou para a UPA de Rio Grande da Serra.

O comunicado visa esclarecer comentários nas redes sociais a respeito do suposto encerramento das atividades da UPA Santa Luzia, mas não explica a falta de médicos. Conforme a Prefeitura, desde a inauguração do equipamento, em 2012, “o prédio vem sofrendo desgastes.”

A nota oficial não destaca o custo da intervenção, mas afirma que a que verba destinada às melhorias é do tesouro municipal. Entretanto, o comunicado reforça a dificuldade financeira enfrentada pela gestão do prefeito Saulo Benevides (PMDB), cujo desempenho na tentativa de reeleição foi pífio. De acordo com a administração, “os repasses do governo federal, que garantiam o pleno funcionamento da unidade, assim como a arrecadação do município minguou, dificultando a manutenção de serviços essenciais.”

Por Diário do Grande ABC

Outros Destaques

Colunistas

Cadê você?, de Tainá Roberta

Colunistas

Prosa de peão, de Jerônimo de Almeida Neto

Colunistas

Otávio Zaia e o livro “Nóis sabe português”

Siga-nos
Destaques
Vereadores autorizam abertura da CEI da Saúde
Prefeito Atila entrega novos leitos no Nardini
Rio Grande sofre com falta de infraestrutura
Revista
Jornal