Mauá
Publicado às 10h17 — 23 de fevereiro de 2017
Câmara aprova troca de brasão por logo de Atila
Por Vinicius Pinheiro | Portal Mauá e Região
camara

Foto de divulgação

A Câmara de Mauá aprovou ontem, em primeira votação, o projeto de lei que permite ao prefeito Atila Jacomussi (PSB) substituir o brasão da cidade por logotipo publicitário do governo em equipamentos públicos.

A medida foi apoiada por quase a totalidade dos vereadores, apenas Marcelo Oliveira (PT) e Manoel Lopes (DEM) se posicionaram contra. A segunda votação da matéria deve ocorrer amanhã, em uma sessão extraordinária. A pressa se justifica porque há prédios e carros da administração ostentando a nova logomarca da gestão, mesmo sem haver lei autorizando essa medida.

A discussão do projeto foi marcada pela defesa feita pela bancada de sustentação. Na opinião do líder de governo, o vereador Professor Betinho (PSDC), o texto é elogiado pela população. “Percebemos até que algumas pessoas estão fazendo selfies no painel disposto no Centro do município”, destacou.

Seguindo a mesma linha, o presidente da Câmara e pai do prefeito, Admir Jacomussi (PRP), saiu em defesa da administração municipal. “Entendo que a atual gestão está empenhada em corrigir problemas deixados por outros governos e essa discussão em torno de algo que está correto muito me entristece. Temos um prefeito trabalhador que respeita a cidade”, sentenciou, ao fazer referência à polêmica relativa ao projeto de lei apresentado pelo Executivo.

Outra linha de defesa adotada pelos parlamentares foi a de comparar a identidade visual desejada pela administração com os logotipos dos governos estadual e federal. Na visão da situação, o projeto apresentado é constitucional.

Marcelo Oliveira apresentou novo requerimento contra o uso do slogan “Mauá, um Novo Tempo”. O pedido questiona o valor dos gastos com publicidade já realizados em outdoors, cavaletes e placas, além de solicitar a lista de veículos de comunicação que já realizaram inserções da nova identidade visual.

Outra crítica feita pelo petista foi a divulgação do logotipo antes do projeto ser aprovado. “A matéria veio para o Legislativo na tentativa de corrigir uma ilegalidade”, destacou em seu discurso.

Desde o dia 19 de janeiro, a gestão Atila Jacomussi tem usado a identidade visual que contém o slogan “Mauá, um Novo Tempo”. O modelo já estampa banners de eventos oficiais e o perfil da Prefeitura em redes sociais. A peça publicitária deve virar a principal marca do município.

Para Manoel Lopes, a nova lei corrige inconstitucionalidades, mas afeta o valor cultural dos símbolos da administração. “O brasão de Mauá ficou muito tempo esquecido, representa a história da cidade e não pode deixar de ser usado pela gestão”, opinou.

Por Humberto Domiciano – Diário do Grande ABC

Outros Destaques

Colunistas

Otávio Zaia e o livro “Nóis sabe português”

Colunistas

AVC em crianças

Colunistas

A Sociologia dos Trópicos

Siga-nos
Destaques
Jornada Pedagógica de Ribeirão reúne 1.200 professores
Mauá discute melhorias na Saúde
Em congresso, PSB Mauá reelege Israel Aleixo
Revista
Jornal