Mauá
Publicado às 9h33 — 8 de março de 2017
Mauá deve à Sabesp R$ 2,5 bilhões

Documento com débito foi enviado pela companhia estadual ao vereador Manoel Lopes

Por Vinicius Pinheiro | Portal Mauá e Região
Falta d´água, torneira seca, torneira pingando

Mauá enfrenta problema de água frequente. Foto: Andris Bovo

A Sabesp enviou à Câmara de Mauá planilha atualizada com a dívida que o município tem com a companhia. O débito soma R$ 2,5 bilhões, praticamente dois orçamentos anuais. A receita estimada para R$ 2017 é de R$ 1,22 bilhão.

O tabela detalhada foi enviada após questionamento do vereador Manoel Lopes (DEM), que afirma que os moradores são prejudicados com a ausência do pagamento pela Sama (Companhia de Saneamento Básico de Mauá). “Os moradores pagam pela água e os valores não são repassados integralmente. Por conta dessa inadimplência, acredito que a Sabesp manda menos água para a cidade. A população não agüenta mais a falta de água nos bairros. Defendo o início de uma negociação dos débitos”, disse Manoel.

De acordo com a Sabesp, Mauá não paga o valor do metro cúbico estipulado pela companhia que é de R$ 1,96. A cidade repassa apenas R$ 0,77, o que tem gerado um passivo, questionado na Justiça. Dentro do débito de R$ 2,5 bilhões há R$ 724,2 mil de indenização referente à municipalização do serviço de água em 1995.

A nova administração da Sama informou que têm tomado “pé da situação da dívida” com a Sabesp, mas adiantou não reconhecer o montante de R$ 2,5 bilhões. “A nova administração dialoga com a Sabesp sobre o débito para encontrar a melhor forma de solucionar o impasse”, afirmou a nota.

Por Gislayne Jacinto – ABCD Maior

Outros Destaques

Colunistas

Cadê você?, de Tainá Roberta

Colunistas

Prosa de peão, de Jerônimo de Almeida Neto

Colunistas

Otávio Zaia e o livro “Nóis sabe português”

Siga-nos
Destaques
Vereadores autorizam abertura da CEI da Saúde
Prefeito Atila entrega novos leitos no Nardini
Rio Grande sofre com falta de infraestrutura
Revista
Jornal