Mauá
Publicado às 10h08 — 7 de junho de 2017
AkzoNobel lança ações em prol do meio ambiente
Por Vinicius Pinheiro | Portal Mauá e Região
akzo

Foto: Pedro Diogo

O Dia Mundial do Meio Ambiente (5/6) foi celebrado com um conjunto de três ações ecologicamente corretas na AkzoNobel Tintas Decorativas, de Mauá. Na oportunidade, ocorreu a inauguração de uma estação de tratamento de água de reuso, foi lançada nova fase do projeto de reflorestamento da reserva Tangará e anunciado os planos para os produtos à base água. O presidente da empresa para a América Latina, Daniel Campos, falou sobre o assunto para a equipe da RDtv.

Com a iniciativa, denominada “Água: Essência da Cor”, a empresa trabalha para diminuir seu impacto ambiental e oferecer para o mercado mais produtos à base de água, utilizando menos água e melhorando a sua qualidade, não só para os produtos da empresa mas para o meio ambiente como um todo.

A estação de tratamento de água de reuso teve investimento na ordem de R$ 10 milhões. Já em operação, possui equipamentos modernos e sofisticados, combina o processo físico-químico com o biológico e ainda conta com a fase de ultrafiltração.

“A estação traz as mais avançadas tecnologias para poder tratar a água a ponto de poder ser reutilizada em nosso processo produtivo. Isso vai permitir que a gente possa vender mais produtos à base de água, usando menos o bem natural”, afirma Campos.

Estação de Tratamento de Água de Reuso 
A empresa tem como plano desenvolver diversas ações, para que até 2020, tenha condições de atingir ao menos 20% de seus esmaltes e vernizes e especialidades com formulações à base de água, que representa o dobro do valor atual.

Atualmente, a água de reuso tem sido direcionada a tarefas como lavagem de pisos e equipamentos. Para 2017, há a previsão de reutilizar 10% da água gerada; em 2018, o índice subirá para 40%; e em 2020, a meta é atingir 100%.

Esta semana teve início o plantio de 12 mil espécies nativas dentro do projeto Reserva Tangará, que visa aumentar a conservação ambiental com a substituição de parte dos eucaliptos da área. O foco nesta fase é o reflorestamento de uma área de seis hectares. Na primeira fase, porém, iniciada em 2007, foram replantadas mudas em 35 hectares no lugar dos eucaliptos.

“Iniciamos o ano fazendo a retirada dos eucaliptos, cerca de 500 metros cúbicos. E exatamente agora, na semana do meio ambiente, iniciamos o plantio das 12 mil mudas”, disse Elaine Poço, diretora Desenvolvimento e Sustentabilidade da AkzoNobel ao RDtv.

Por Émerson Bezerra – Repórter Diário

Outros Destaques

Colunistas

Literatura, memória nacional e ensino de língua portuguesa

Colunistas

Entrevista exclusiva com o Prof. Dr. Saulo César Paulino e Silva

Colunistas

Cadê você?, de Tainá Roberta

Siga-nos
Destaques
Paço de Ribeirão é alvo de assalto a caixa eletrônico
Estamos em Manutenção Programada. Retornamos em 2018
Porcelana Schmidt abre nova loja em Mauá
Revista
Jornal