Mauá
Publicado às 9h32 — 26 de setembro de 2017
Mauá promove ações no Dia Nacional do Surdo

Data é celebrada nesta terça-feira e lembra a necessidade de ampliar diálogos sobre acessibilidade

Por Vinicius Pinheiro | Portal Mauá e Região

surdo

A Prefeitura de Mauá promove nesta terça-feira (26), uma série de atividades pelo Dia Nacional do Surdo, celebrado em todo o país em 26 de setembro e, internacionalmente, no dia 30 deste mês. Nesta terça-feira, o Fundo Social de Solidariedade começa as atividades com uma caminhada que sai da sede da Associação dos Pais e Amigos dos Surdos de Mauá (APASMA), no Jardim Haydee até o Boulevard, na região central da cidade.

A partir das 9h, a programação envolve palestras com representantes da APASMA sobre projetos em andamento na cidade e como superar as dificuldades. Além disso, os agentes municipais começam nesta terça-feira a realizar o 1° Censo de Deficiência na cidade de Mauá. A ideia é conhecer melhor os números em cada frente para poder ampliar atividades de maneira mais assertiva.

O prefeito de Mauá, Atila Jacomussi, tem ampliado os projetos em benefício da pessoa com deficiência na cidade. “Estamos muito empenhados em traçar políticas públicas de auxílio que sejam efetivas aos que mais precisam. As discussões nesta terça devem nos ajudar a traçar planos e metas para atender as necessidades diretas dos nossos munícipes que enfrentam diariamente desafios por conta de alguma deficiência”, diz Atila.

A presidente do Fundo, Andreia Rios, diz que esse deve ser um primeiro contato para traçar planos e projetos que atendam melhor os deficientes em Mauá. “Conhecer melhor essas necessidades e nos colocar à disposição das associações contribui para aproximar cada vez mais o Fundo dos projetos que realmente fazem a diferença em Mauá”, completa.

Segundo o levantamento do Censo 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), existem 9,7 milhões de deficientes auditivos no Brasil, desses, 344 mil são surdos. No mundo, a Organização Mundial da Saúde (OMS) calcula que existam 360 milhões de pessoas com algum tipo de surdez, sendo 32 milhões de crianças. Além disso, 70% dos surdos brasileiros tem dificuldade em compreender o português, ou seja, eles dependem exclusivamente da língua brasileira de sinais (Libras) para se comunicar e obter informação.

Da deficiência auditiva leve à severa, surdez desde o nascimento à consequência de alguma lesão, as causas da surdez variam de várias formas e graus, como excesso de ruído, o alto volume dos fones de ouvido e de músicas em festas, além do barulho das grandes cidades.

SERVIÇO
Caminhada pelos Surdos

Data: 26/9

Horário: Concentração a partir das 8h

Local: Rua Santo André, 255, Jardim Haydee, Mauá

Outros Destaques

Colunistas

Literatura, memória nacional e ensino de língua portuguesa

Colunistas

Entrevista exclusiva com o Prof. Dr. Saulo César Paulino e Silva

Colunistas

Cadê você?, de Tainá Roberta

Siga-nos
Destaques
Paço de Ribeirão é alvo de assalto a caixa eletrônico
Estamos em Manutenção Programada. Retornamos em 2018
Porcelana Schmidt abre nova loja em Mauá
Revista
Jornal