Educação
Publicado às 9h28 — 2 de junho de 2015
Reunião sobre indicadores da Educação no Consórcio

Dados relativos ao combate ao analfabetismo e ao universalização do ensino são alguns dos destaques do Plano Municipal de Educação

Por Leonardo Ratti | Portal Mauá e Região
Foto: Evandro Oliveira

Foto: Evandro Oliveira

Ontem (1/6) o prefeito Donisete Braga, a secretária de Educação, Lairce Aguiar, a assessora especial da Educação, Tânia Maria dos Santos Teixeira, a chefe de Gabinete, Jocelen Ramires, e a secretária de Finanças, Ruzibel Sena de Carvalho, participaram de assembleia mensal do Consórcio Intermunicipal.

Durante o encontro, foram apresentados dados preliminares de estudo sobre indicadores municipais da Educação nas sete cidades da região.  O Grupo de Trabalho (GT) Educação divulgou números que subsidiam os respectivos Planos Municipais de Educação e, futuramente, o Plano Regional de Educação, uma das prioridades do PPA Regional Participativo.

No caso de Mauá, entre os principais destaques figuram o percentual de 97,35% de alfabetizados entre a população com 15 anos ou mais. No ano passado Mauá recebeu reconhecimento do Ministério da Educação como Município Alfabetizador por ter alcançado o índice de 96% de pessoas alfabetizadas, com base no Censo 2010 do IBGE. A Educação de Jovens e Adultos (EJA) está presente em 21 escolas da cidade.

Além disso, no que diz respeito à universalização na pré-escola para crianças de 4 e 5 anos, a meta foi cumprida. Em relação à creche, já foram criadas cerca de 2,5 mil vagas desde janeiro de 2013. Em Mauá nascem 5,7 mil crianças por ano.

Plano Municipal de Educação – Mauá foi uma das primeira cidades da região a contar com o Plano Municipal de Educação, em 2004. Agora, após uma série de pré-conferências temáticas realizadas ao longo deste último mês de maio, a prefeitura promoveu a V Conferência Municipal de Educação na última sexta (29) e sábado (30) a fim de colher informações para atualizar seu Plano Municipal à luz do Plano Nacional de Educação.

Nos próximos dias o texto será atualizado com base na participação de todos os agentes educacionais envolvidos nos debates e seguirá para aprovação na Câmara Municipal. O documento vai nortear as ações do setor na cidade para os próximos dez anos.

Outros Destaques

Colunistas

Cadê você?, de Tainá Roberta

Colunistas

Prosa de peão, de Jerônimo de Almeida Neto

Colunistas

Otávio Zaia e o livro “Nóis sabe português”

Siga-nos
Destaques
Vereadores autorizam abertura da CEI da Saúde
Prefeito Atila entrega novos leitos no Nardini
Rio Grande sofre com falta de infraestrutura
Revista
Jornal