Educação
Publicado às 15h02 — 22 de abril de 2016
Trânsito também é coisa de criança

Depois da prevenção ao mosquito Aedes Aegypti, equipe do Programa Municipal de Educação para o Trânsito retoma atividades nas escolas

Por Leonardo Ratti | Portal Mauá e Região

Trânsito Educação

A Prefeitura da Estância Turística de Ribeirão Pires, por meio da Secretaria de Transportes e Trânsito (STT), está retomando o Programa Municipal de Educação para o Trânsito já nos próximos dias. Com a temática “Trânsito também é coisa de criança”, a ação acontece nas escolas municipais de educação infantil e ensino fundamental.

Neste projeto, a proposta é incluir informações sobre educação para o trânsito, justamente a partir da primeira infância, porque o aprendizado neste período faz com que o aluno cresça com consciência, gerando mudança de comportamento para um trânsito mais humanizado. Desde o final de março, já foram atendidas sete escolas, chegando a quase mil crianças.

Para o secretário de Transportes e Trânsito, Miguel Luis Filho, o trabalho será marcante para cada um dos alunos participantes. “A intenção é estimular a cidadania e colher os frutos no futuro. O papel da educação no trânsito é buscar parcerias que ampliem a visão dos motoristas e pedestres, começando pelas crianças que são os multiplicadores da informação dentro do núcleo familiar”, declarou o secretário.

Para ampliar a qualidade dos projetos, a Secretaria de Educação disponibilizou pedagoga para colaborar nas ações realizadas. A equipe do projeto, agora, é formada por psicólogo, dois pedagogos e um educador. Além disso, um carro da frota oficial da STT foi remanejado para atender exclusivamente o projeto.

Para os próximos meses, já existe programação de ações. Em maio, iniciam-se as turmas do primeiro e segundo ano da Escola Municipal Engenheiro Carlos Rohm no Programa Educacional Trânsito na Escola, um curso com carga horária de 15 horas com cerificação no final. Este curso trabalha o conceito “trânsito” integrado a outras áreas do conhecimento para garantir aos alunos do ensino fundamental acessos a processos de apropriação e articulação de conhecimentos e aprendizagens de trânsito. O curso vai contemplar aproximadamente 300 alunos de seis a oito anos de idade.

A nova fase dos programas educacionais da STT acontece após período em que a equipe de educação no trânsito esteve focada no trabalho de conscientização contra o mosquito Aedes Aegypti em conjunto com a Secretaria de Educação, Inclusão, Cultura e Tecnologia; a Guarda Civil Municipal; a Secretaria do Meio Ambiente; e a Defesa Civil.

Outros Destaques

Colunistas

Entrevista exclusiva com o Prof. Dr. Saulo César Paulino e Silva

Colunistas

Cadê você?, de Tainá Roberta

Colunistas

Prosa de peão, de Jerônimo de Almeida Neto

Siga-nos
Destaques
República Terapêutica infanto-juvenil faz mais um ano
Mauá terá clube de leitura Leia Mulheres em Outubro
Atila repassa recursos à APASMA
Revista
Jornal