Mauá
Publicado às 14h23 — 13 de junho de 2016
Santa Casa completa 50 anos e triplica atendimento

Ampliação de instalações e capacidade de atendimento, além de projetar a geração de mais de 80 empregos

Por Leonardo Ratti | Portal Mauá e Região

Na Contramão

No último domingo (12), o Hospital Imaculada Conceição da Santa Casa de Mauá completou 50 anos de fundação e na contramão da crise, anuncia ampliação de suas instalações e capacidade de atendimento, além de projetar a geração de mais de 80 empregos diretos para a área médica e administrativa nos próximos três anos.

Na última quarta-feira (08 de junho) durante sessão solene na Câmara Municipal de Mauá, por conta do jubileu de ouro da instituição médica, Harry Horst Walendy, superintendente da Santa Casa de Mauá, anunciou o início de um ousado projeto de ampliação de suas instalações, já em execução, que permitirá dobrar sua área física e triplicar a capacidade de atendimento.

Em 90 dias, o pronto atendimento terá capacidade de atender, por mês, 50 mil pessoas, sendo que hoje são mais de 20 mil atendimentos. A área de internação também será contemplada com a construção de mais 10 apartamentos, na primeira fase, totalizando 38 e, para atender à nova estrutura, a Santa Casa duplicou sua capacidade energética com o projeto de nova cabine primária.

A segunda fase da obra, prevista para 2017, prevê a construção de um prédio com 10 andares que comportarão, entre outras instalações, um hospital de retaguarda com até 80 leitos, para abrigar pacientes da Rede pública (SUS) que necessitam de internação permanente, mas que apresentam quadro clínico estável, necessitando de cuidados clínicos não intensivos. Com isso haverá liberação de leitos nos hospitais da região para atendimento aos casos mais graves e cirúrgicos. Um hospital infantil e um centro obstétrico também estão nos estudos.

“Em três anos, a Santa Casa de Mauá se tornará referência regional e até o final deste ano voltaremos a realizar hemodiálise em nossas instalações. Estamos apenas aguardando a liberação do Governo do Estado de São Paulo”, ressaltou Harry Horst Walendy. Há 50 anos, quando a Santa Casa de Mauá iniciou suas atividades, foram realizadas 11.300 consultas e 32 partos. Por outro lado, nestes 50 anos já foram feitas 2,7 milhões de consultas e 194.124 partos. “Pela população atual de Mauá, mais de 400 mil habitantes, podemos dizer que, simbolicamente, cada cidadão de Mauá passou por 6 consultas na Santa Casa e que 48% da população nasceu na Santa Casa de Mauá”, compara Walendy.

A Santa Casa de Mauá atende pacientes da rede particular, convênios e SUS (mediante encaminhamento pela Secretaria de Saúde de Mauá) e, nos últimos meses, tem realizado pelo serviço público boa parte dos partos tanto de Mauá, quanto de Ribeirão Pires e de Rio Grande da Serra.

A instituição médica ainda dá suporte hospitalar ao SUS através de sua UTI adulto e neonatal e atende consultas ambulatoriais nas especialidades de ginecologia, hematologia, oftalmologia, vascular, cirurgia plástica, otorrinolaringologia, neurologia, psiquiatria, urologia, ortopedia, gastroenterologia, proctologia, dermatologia e cardiologia, entre outras.

Outros Destaques

Colunistas

Literatura, memória nacional e ensino de língua portuguesa

Colunistas

Entrevista exclusiva com o Prof. Dr. Saulo César Paulino e Silva

Colunistas

Cadê você?, de Tainá Roberta

Siga-nos
Destaques
Paço de Ribeirão é alvo de assalto a caixa eletrônico
Novembro Azul: Mês marca campanha mundial de conscientização
Porcelana Schmidt abre nova loja em Mauá
Revista
Jornal