Mauá e Região
Publicado às 10h51 — 19 de maio de 2017
Prefeitos protocolam na segunda pedido ao Estado
Por Vinicius Pinheiro | Portal Mauá e Região
prefeitos

Foto: Nario Barbosa/DGABC

Prefeitos das três cidades cortadas pela Avenida dos Estados – Santo André, São Caetano e Mauá –, entregarão na segunda-feira a representantes da Casa Civil do Estado documento no qual cobram apoio financeiro do governo chefiado por Geraldo Alckmin (PSDB) para amplo projeto de obras a serem executadas no eixo responsável por ligar o Grande ABC à Capital.

Conforme antecipado pelo Diário nesta semana, a proposta elaborada em conjunto pelos prefeitos Paulo Serra (PSDB-Santo André), José Auricchio Júnior (PSDB-São Caetano) e Atila Jacomussi (PSB-Mauá) apresenta amplo diagnóstico dos principais problemas estruturais na via.

“Os pedidos envolvem, principalmente, a solicitação para o Daee (Departamento de Águas e Energia Elétrica) referente à melhora da contenção da margem do Rio Tamanduateí. As obras de canalização e da própria contenção do canal não foram finalizadas pelo Estado. Esse último fato que ocorreu em Santo André (queda da ponte) é de responsabilidade exclusiva do Estado. Não é possível para as prefeituras pensarem em um programa de recuperação do asfalto com a revitalização e modernização da Avenida dos Estados sem que a conclusão do Tamanduateí seja feita”, explica Paulo Serra.

Com cerca de 15 quilômetros de extensão e considerada por especialistas um eixo em situação crítica, a Avenida dos Estados apresenta há tempos deficiências estruturais, entre elas, remendos malfeitos no asfalto, falta de sinalização viária adequada, vegetação alta em diversos trechos, erosão às margens do Rio Tamanduateí, além dos já tradicionais congestionamentos. A situação se agravou neste ano com a queda de duas pontes e de desmoronamento parcial da margem do rio em território andreense.

Segundo o chefe do Executivo, o documento a ser protocolado na segunda-feira na Casa Civil trata justamente da cobrança de dívida antiga do Estado com municípios da região acerca dos problemas. “O governo tem de assumir a responsabilidade dele nesta grande questão que não se restringe somente à Mobilidade Urbana, mas, também, econômica e logística. Agora vamos brigar muito para recuperar esse eixo tão importante para a região”.

O documento, que deve ser finalizado hoje, com a entrega dos estudos feitos pela Prefeitura de São Caetano, apresenta inicialmente a necessidade de aporte financeiro em torno de R$ 50 milhões somente com as obras a serem realizadas em Santo André.

Para auxiliar nas tratativas com o Estado, os prefeitos prometem entregar um cópia do diagnóstico da Avenida dos Estados para o Consórcio Intermunicipal do Grande ABC. A ideia é que a entidade regional ajude nas negociações.

Procurados pela equipe de reportagem do Diário, José Auricchio Júnior e Atila Jacomussi não foram localizados para comentar o assunto.

Por Daniel Macário – Diário do Grande ABC

Outros Destaques

Colunistas

Otávio Zaia e o livro “Nóis sabe português”

Colunistas

AVC em crianças

Colunistas

A Sociologia dos Trópicos

Siga-nos
Destaques
Jornada Pedagógica de Ribeirão reúne 1.200 professores
Mauá discute melhorias na Saúde
Em congresso, PSB Mauá reelege Israel Aleixo
Revista
Jornal