Ribeirão Pires
Publicado às 11h31 — 25 de agosto de 2017
Estado prioriza retomada de obras em hospital
Por Vinicius Pinheiro | Portal Mauá e Região

hospital

Paralisada desde 2013 por falta de verba, a construção do Complexo Hospitalar de Ribeirão Pires tem sido tratada pela alta cúpula do governo do Estado como prioridade entre os projeto de Saúde do Grande ABC. A cidade deve receber, em breve, repasse de verba da gestão chefiada pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) para retomada e conclusão das obras do equipamento.

Segundo a diretora do Departamento Regional de Saúde da Grande São Paulo, Vânia de Azevedo Tardelli, por se tratar de equipamento que beneficiará diretamente três municípios da região – no caso Ribeirão Pires, Mauá e Rio Grande da Serra –, o projeto tem sido colocado em pauta regularmente em reuniões do Estado. “A abertura dos leitos deste complexo em Ribeirão Pires é de extrema importância para nós, pois irá amenizar o problema de falta de vagas que temos hoje na região. Hoje, é um projeto prioritário dentro da Secretaria de Saúde do Estado”, relata.

Localizado ao lado da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Santa Luzia, o complexo hospitalar, que teria capacidade para 123 leitos, completou em junho nove anos de obras inacabadas. Atualmente, o canteiro de esqueleto do equipamento está completamente sem acabamento, tendo apenas a estrutura das torres principais consolidada. Funcionários da empreiteira responsável pela obra sequer dão expediente no local.

Sem verba em caixa para retomar a obra, a Prefeitura de Ribeirão Pires tem buscado desde o ano passado verba extra de R$ 7 milhões para conclusão do hospital. A liberação dos recursos, porém, tem esbarrado na falta de documentação.

Conforme noticiado pelo Diário, no momento, o plano de obras atualizado do projeto é o único documento pendente para que o Estado possa de fato avaliar a possível liberação de verba. O item chegou a ser entregue pela Prefeitura em 2 de março deste ano, mas necessita de adequações.

“A Prefeitura entregou (o documento), porém, o departamento de engenharia pediu atualização. Assim que recebermos esse documento, ele terá prioridade para avaliação do Estado”, afirma Vânia.

A Prefeitura de Ribeirão Pires admitiu ter recebido notificação do governo do Estado solicitando alterações no plano de obras do complexo hospitalar. A Secretaria de Obras do município trabalha atualmente em conjunto com técnicos da pasta estadual de Saúde para alinhar o que foi indicado. Na prática, o poder público precisa detalhar como serão empregados os R$ 7 milhões.

A promessa é que a Prefeitura entregue referida documentação atualizada até amanhã a representantes do governo estadual.

Construção de equipamento será feita em etapas
Em entrevista concedida ao Diário na semana passada, a secretária de Saúde e Higiene de Ribeirão Pires, Patrícia Aparecida de Freitas, declarou que a construção do complexo hospitalar, uma vez retomada, seria dividida em etapas.

Conforme previsto no plano de obras entregue pela gestão da cidade, na primeira fase, onde serão empenhados R$ 3,3 milhões, os trabalhos serão focados no pavimento térreo – espaço que receberá o centro obstétrico – e na conservação do equipamento.

Orçada em R$ 2,3 milhões, a segunda etapa prevê a conclusão de dois pavimentos, onde serão instalados o centro clínico e a maternidade.

Por fim, a terceira e última fase prevê gastos na ordem de R$ 2,1 milhões para aquisição de mobiliários e infraestrutura, como câmeras, ar-condicionado, dentre outros.

Questionada se a divisão da obras em módulos poderia interferir no prazo de entrega das obras, a secretária descartou a possibilidade. No entanto, não soube informar a previsão para concluir os trabalhos.

Por Daniel Macário – Diário do Grande ABC

Outros Destaques

Colunistas

Literatura, memória nacional e ensino de língua portuguesa

Colunistas

Entrevista exclusiva com o Prof. Dr. Saulo César Paulino e Silva

Colunistas

Cadê você?, de Tainá Roberta

Siga-nos
Destaques
Paço de Ribeirão é alvo de assalto a caixa eletrônico
Estamos em Manutenção Programada. Retornamos em 2018
Porcelana Schmidt abre nova loja em Mauá
Revista
Jornal