Esportes
Publicado às 10h51 — 19 de abril de 2016
Taekwondo: Esporte, disciplina e esperança

Equipe Fênix Taekwondo Mauá recebe alunos e alunas de todas as idades, proporcionando equilíbrio físico e mental

Por Leonardo Ratti | Portal Mauá e Região

Taekwondo

Taekwondo significa “o caminho dos pés e das mãos através da mente”. O esporte coreano que no inicio era usado como tática de guerra, se tornou modalidade olímpica, e hoje ajuda pessoas de todas as idades a manter um equilíbrio entre a mente e o corpo na Equipe Fênix Taekwondo Mauá.

O projeto foi iniciado há quatro anos pelo estudante de engenharia e professor de Taekwondo, Luíz Alberto Da Silva (chamado carinhosamente por amigos, colegas e alunos de Tuco), 31 anos, no Bairro Alto Da Boa Vista, em Mauá. O projeto cresceu e se expandiu para outros bairros, como Vila Mercedes e Jardim Anchieta, mas o foco principal segue onde o projeto foi fundado.

O grupo leva o nome da cidade propositalmente, para representar o município país à fora, mesmo que momentaneamente ainda não conte com nenhum apoio público ou privado. “A maioria não paga nada para treinar, tudo é mantido com as mensalidades pagas por alguns alunos e com eventos realizados na comunidade” explica o professor Luíz.

Com alunos entre três e 60 anos, a Equipe Fênix dá um show de inclusão social, treinando pessoas com necessidades especiais, como cadeirantes e usuários de próteses. Além da inclusão social, o trabalho social realizado com crianças e jovens carentes é louvável, afastando meninos e meninas de caminhos errados que a vida pode levar.

“Um dos pilares do Taekwondo é a obediência aos pais. Além de disciplina, os alunos aprendem uma filosofia aqui. Se afastam de hábitos simples, mas que atrapalham suas vidas como vício em celular, videogame ou computador, e também de problemas mais sérios, como álcool e drogas” conta Tuco.

Luíz se desdobra para proporcionar a seus alunos a melhor estrutura possível. Além de treinos diários, o professor conseguiu parcerias com um professor de educação física, para auxiliar na preparação, uma nutricionista para acompanhar todos os atletas e um professor de inglês.

Dupla na seleção brasileira

A equipe campeã do torneio internacional ‘Brazil Games Championship’ no ano passado, sediado em Mauá, atingiu em apenas quatro anos de projeto resultados surpreendentes, com destaques para duas meninas-prodígios. Rafaela Farias Da Silva e Fabíola Moraes Silva, ambas de 13 anos e do Alto Da Boa Vista são as mais novas convocadas para a seleção brasileira de Taekwondo.

Rafaela disputa na categoria acima de 59 kg e Fabíola na categoria até 33 kg. Rafinha como é chamada carinhosamente, venceu o Grand Slam que aconteceu no último mês de Março em Vitória, cidade do Espírito Santo, e irá disputar o mundial que acontecerá no Canadá durante o segundo semestre. Fabíola, apelidada de ‘Ursa’ por ser uma pessoa muito focada e determinada, foi vice-campeã, e aguardará na reserva por uma oportunidade.

“Tanto para disputar a Copa Do Brasil em João Pessoa, como o Grand Slam, em Vitória, tivemos que nos esforçar muito para arrecadar dinheiro para passagens, translado, alimentação, hospedagem e inscrições. Além de festas e eventos tive que vender parte do meu tatame para conseguir cobrir as despesas, mas eu, como professor, me sinto realizado em ver a transformação nas vidas das pessoas, é muito gratificante” diz Luíz.

Os treinamentos de Rafaela e Fabíola se intensificarão ainda mais a partir de agora, visando um futuro cheio de oportunidades, e a nós, cabe não apenas torcer para o sucesso delas, mas de Luíz e toda sua Equipe Fênix.

Outros Destaques

Colunistas

Entrevista exclusiva com o Prof. Dr. Saulo César Paulino e Silva

Colunistas

Cadê você?, de Tainá Roberta

Colunistas

Prosa de peão, de Jerônimo de Almeida Neto

Siga-nos
Destaques
República Terapêutica infanto-juvenil faz mais um ano
Mauá terá clube de leitura Leia Mulheres em Outubro
Atila repassa recursos à APASMA
Revista
Jornal